quinta-feira, 12 de maio de 2011

…que dia tão… incomum!

 

Hipótese A

Chegas ao trabalho, pensas que tens pelo menos meia hora para organizar os papéis que te tapam a mesa, quando te batem à porta: Preciso da tua ajuda! Qual era a ajuda? Não havia apresentação científica essa amanhã, pelo que teríamos de arranjar um plano B. O plano B, foi este:

Não sei se já tinham visto, eu não tinha, achei interessante não ter conhecimento de metade do que é dito no vídeo.

A resposta dos finlandeses foi esta:

Não comento a parte do “temos mulheres bonitas” para enaltecer o país. E nós não temos? Só não o mencionamos porque é óbvio! Certo? =p

Hipótese B

Sais do trabalho e ligas ao teu irmão que te faz a seguinte pergunta: Sempre queres ir correr hoje? Ao que eu, até com alguma vontade respondi: Sim, Sim. Vão a que horas? (A pensar tipo 18h, 19h) Ele: Quando saíres. Eu: Mas eu já saí (14h00) e está um bocado de calor! Ele: E então? Escusado será dizer que a minha vontade diminuiu ligeiramente! Mas antes decidi passar pela Hipótese C e preparar-me psicologicamente para ir correr com “não sei nem quero saber quantos” graus!!

Hipótese C

Antes da corrida fui às compras! Compras para a casa, mercearias, nada de especial. Não fosse o facto de me armar em esperta e não levar carrinho. Está ela em plena figura com 4 sacos em cada mão e a desejar chegar o mais depressa possível ao carro, quando um senhor pára à frente do caminho. Boa tarde, gostaria de comprar… Eu sem querer parar e com os braços a arder disse simpaticamente: Não obrigada, estou mesmo com pressa, uma boa tarde. E oiço o homem a dizer: Mas não lhe estou a vender nada. Minha senhora! É só um pirilampo! sem comentários! -.-

2 comentários:

Manuela disse...

Querida Imagina, mesmo incomum, como dizes! Mas no fim, foste correr e/ou compraste o pirilampo mágico?!

Imagina... disse...

Fui correr pois! Aliás fomos! Eu a Rita e o D.
Quanto ao pirilampo, não, não comprei. Há 4/5 anos para cá que me habituei a comprar aos meninos da APPACDM e gostava que este ano não fosse excepção. Senão, acho que teria comprado, o senhor esforçou-se! Beijinho**