sábado, 19 de março de 2011

... é dia do Pai e tu tens um fantástico!


Pai! Ainda me lembro das discussões na escola sobre quem é que tinha o melhor pai do mundo! Descansa, eu defendi-te sempre com unhas e dentes!
Mas hoje, tenho pelo menos mais 1 neurónio e meio e penso no que significa ser pai, para daí perceber se tenho ou não o melhor pai do mundo. Olha só o que eu descobri:

Significado da palavra Pai:
1. Aquele que tem um ou mais filhos. Tu tens.
2. Homem que exerce as funções paternas. Tu exerces, apesar de isto ser um pouco vago, consideremos o cuidar, proteger, etc. 
3. Gerador; progenitor. Tu és.
4. Fig. Criador; autor. Bem, no sentido figurado... tu és o meu criador e autor.
5. Protector, benfeitor. Tu és.
6. figurado causa, origem. Sim, também és. Causaste este ser que aqui anda na vida!
in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa e Enciclopédia e Dicionários da Língua Portuguesa

Descobri, que apesar de teres todos os items positivos, não podes ser o melhor pai do mundo, porque não és só pai. O melhor pai do mundo é SÓ e APENAS quem cumpre estes itens, esse sim é um bom pai, cumpre todos os requisitos que lhe compete e só esses.

Acontece que tu tens muitos mais itens...
...tu amas-me.
...tu fizeste-me amar-te desde que me conheço como gente.
...tu colocaste-me sempre acima de qualquer compromisso.
...tu não me deixaste passar horas a ver TV ou a jogar computador e etc. E hoje sei o que é andar de bicicleta, skate ou patins, ler um livro, jogar às escondidas, à macaca, à apanhada, à caça ao tesouro e a um monte de outros jogos.
...tu deixaste-me brincar na rua sem te importares que esfolasse os joelhos ou ficasse negra com tanta terra (mesmo sabendo que provavelmente a mãe te ia dar nas orelhas =p).
... tu provocas-me sempre antes que qualquer pessoa, para me guiar pelos caminhos da vida, sem que me dissesses que caminho devo seguir.
...tu ensinaste-me a viver a vida sem preconceitos.
...tu disseste-me “não” inúmeras vezes sem voltares atrás na tua palavra, mesmo quando eu achava que não era justo.
...tu deixaste-me fazer coisas erradas, para que eu as conseguisse reconhecer sozinha, mesmo quando estavas roídinho para me dar uma ajuda.
...tu lembras-te de quase todas, senão todas, as prendas do dia do pai que te fiz enquanto andava no jardim-de-infância e na escola primária.
...tu andavas comigo de bicicleta, só para me veres a acelerar para a primeira sombra que encontrava.
...tu ficavas realmente surpreendido, mesmo quando descobrias a surpresa antes que eu ta desse.
...tu escondias as prendas de natal de uma forma tão irritante que nós nunca as conseguíamos descobrir antes da noite de natal e isso é que era realmente divertido.
...tu ensinaste-me que mais vale comer uma lata de atum ao jantar do que batatas e bacalhau no forno cozinhadas por ti.
...tu ensinaste-me a nunca dizer não és capaz, porque tu és mesmo!
...tu davas-nos leite à noite, da forma mais especial que conheço, mesmo que estivesses de rastos com tanto cansaço.
...tu choraste tanto como eu quando eu saí de casa, mesmo que não tenhas vertido uma lágrima.
...tu foste, és e serás sempre a minha pequena voz de mesa de cabeceira.
...tu fizeste com que eu fosse capaz de enumerar todos estes itens, com uma lágrima no canto do olho e um enorme sorriso nos lábios.
...tu deste-me o irmão mais rabugento à face da terra enquanto ele era bebé, para depois eu gostar dele quando ele crescesse (Ly mano=p)
...e, last but not least, tu escolheste a melhor mãe para mim.

Agradeço-te cada um destes itens, com todo o meu amor.
Perdoa-me se me esqueci de algum item, mas tenho que guardar alguns para o próximo ano, sim?

Portanto, perante todos estes factos (e eu tenho testemunhas de tudo isto, não tentes refutar!), lamento informar-te mas preenches demasiados critérios para aqueles que constam na palavra “pai”, ou seja, não és, nunca foste e obviamente nunca serás, o melhor pai do mundo.

Mas, há muito que sei uma coisa: és o MEU pai! És o melhor pai para mim e o melhor que eu alguma vez poderia ter! Assim, já podes ter todos os itens a mais que quiseres. ;)

Um obrigada, do teu tamanho, por tudo o que significas para mim. É por te ter a ti como pai que me sinto mesmo orgulhosa de ter sido a mais rápida de todos os espermatozóides.

Ly muito bué! Hoje e sempre.

12 comentários:

Manuela disse...

Querida Ly, uma ternura este teu texto de homenagem ao teu pai. Parabéns pela tua escrita, que a pouco e pouco vou descobrindo.
Parabéns especiais ao teu pai :)
Beijinhos.

Imagina que... disse...

Muito obrigada Manuela.
Ele merece cada uma destas palavras e merecia muitas mais.

Beijinho**

Manuela disse...

Querida Ly, tens um selo para ti, lá na Turista.
Beijinhos e bom fim de semana :)

L* disse...

Texto mesmo muito lindo :)
Parabéns!*

Rita & os Tachos disse...

Queria só reforçar que é um óptimo sogro também! Beijinhos :)

Imagina que... disse...

Obrigada L*.
Obrigada Manuela, vou lá passar.

Beijinhos**

Imagina que... disse...

Obrigada Mia! Esse facto eu não podia comprovar, mas assim já juntamos mais um item à lista! =P Beijinho!** Ate já!

Tilida5ever Design-ROSINHA disse...

Um pai desses é um dos melhores pais do mundo...

Anónimo disse...

Uauuuu, só posso ficar babado com um texto destes, não sei bem se é pelo conteúdo, pela forma ou pela fluidez da escrita ;)

Mas deixa-me agarrar nuns “farrapos” do teu texto:

-----------------------------------------

“...tu não me deixaste passar horas a ver TV ou a jogar computador e etc. E hoje sei o que é andar de bicicleta, skate ou patins, ler um livro, jogar às escondidas, à macaca, à apanhada, à caça ao tesouro e a um monte de outros jogos”

E que belas horas que passámos dispensando a TV, muitos livros vos li acabando por adormecermos juntos. Na caça ao tesouro, eu tinha sempre uma vantagem, antes de os irmos “caçar”, eu já levava dois tesouros de casa ;)

-----------------------------------------

“...tu deixaste-me brincar na rua sem te importares que esfolasse os joelhos ou ficasse negra com tanta terra (mesmo sabendo que provavelmente a mãe te ia dar nas orelhas =p).

...tu deixaste-me fazer coisas erradas, para que eu as conseguisse reconhecer sozinha, mesmo quando estavas roídinho para me dar uma ajuda.”

Tudo isto porque sei que só pela experiência se aprende e acredito piamente na minha máxima de que a educação é 90% de exemplo e 10% de saliva, embora haja quem pense o contrário!

-----------------------------------------

... tu provocas-me sempre antes que qualquer pessoa, para me guiar pelos caminhos da vida, sem que me dissesses que caminho devo seguir.”
Porque é essa a nossa função, mostrar-vos todas as perspectivas de vida, todas as estradas, as boas e as más, mas depois ter a coragem de vos deixar escolher o vosso caminho ajudando-vos de forma incondicional a atingirem os vossos objectivos e, se tivermos feito um bom trabalho, com certeza que escolherão uma forma digna de passar pela vida!

“...tu disseste-me “não” inúmeras vezes sem voltares atrás na tua palavra, mesmo quando eu achava que não era justo.”

E muitas vezes fui com certeza injusto, mas não estava a fazer mais do que preparar-te para a “selva” que é a vida, mas não por isso menos bela, estava simplesmente a mostrar-te que a vida não é um mar de “sins” e que nem sempre é justa.

-----------------------------------------

“...tu ensinaste-me que mais vale comer uma lata de atum ao jantar do que batatas e bacalhau no forno cozinhadas por ti.”

Pois… a culinária nunca foi o meu forte!!! Mas acredito que na vida à fases e momentos para tudo e que tudo acontece a seu tempo, um dia ainda vou ser um exímio cozinheiro….. nahahahah, não me parece :)

-----------------------------------------

“...tu ensinaste-me a nunca dizer não és capaz, porque tu és mesmo!”

Simplesmente porque quando deixamos de acreditar que é possível e quando deixamos de acreditar em nós, já não estamos a passar pela vida, está ela a passar por nós.

-----------------------------------------

“...tu davas-nos leite à noite, da forma mais especial que conheço, mesmo que estivesses de rastos com tanto cansaço.”

Todas as noites cantávamos os parabéns, não importava a quem, mas o que nos divertíamos com um simples fósforo dois copos de leite duas crianças e um puto, leia-se eu, de vinte e poucos anos :)

Anónimo disse...

“...tu choraste tanto como eu quando eu saí de casa, mesmo que não tenhas vertido uma lágrima.”

E acredita que ainda choro, mesmo sem deitar uma única lágrima.

-----------------------------------------

“...tu foste, és e serás sempre a minha pequena voz de mesa de cabeceira.”

As nossas conversas de mesa de cabeceira :)faziam parte dos tais 10% de saliva da educação!

-----------------------------------------

“...tu deste-me o irmão mais rabugento à face da terra enquanto ele era bebé, para depois eu gostar dele quando ele crescesse (Ly mano=p)
...e, last but not least, tu escolheste a melhor mãe para mim.”

Escolhi-os BUÉ de bem :)

-----------------------------------------

Só me resta agradecer a ti, ao teu mano e à mãe pela família que somos, e claro, às duas ultima “aquisições”, a Mia e o Fábio. Não há maior riqueza do que a de ter uma família unida, vocês nem imaginam, ou talvez sim, o orgulho (eu sei que ser orgulhoso não fica muito bem) que sinto em todos vós, por tudo, mas principalmente por serem uma FAMILIA

Deixo-te, um pequeno texto de uma Mulher que nunca se deteve, à laia de um “talvez sim, ou talvez não”:

“Tem sempre presente que a pele se enruga, o cabelo embranquece, os dias convertem-se em anos…
Mas o que é importante não muda;
a tua força e convicção não têm idade.
O teu espírito é como qualquer teia de aranha.
Atrás de cada linha de chegada, há uma de partida.
Atrás de cada conquista, vem um novo desafio.
Enquanto estiveres vivo, sente-te vivo.
Se sentes saudades do que fazias, volta a fazê-lo.
Não vivas de fotografias amarelecidas…
Continua, quando todos esperam que desistas.
Não deixes que enferruje o ferro que existe em ti.
Faz com que em vez de pena, te tenham respeito.
Quando não conseguires correr através dos anos, trota.
Quando não conseguires trotar, caminha.
Quando não conseguires caminhar, usa uma bengala.
MAS NUNCA TE DETENHAS!!!”

Madre Teresa de Calcutá




Acredita em ti e nos teus sonhos, luta por eles até à exaustão e faz com que aconteçam!

Abreijos putos
Para que não haja confusão, abreijos = abraços para os meninos e beijos para as meninas :)

P.S. Continuo a achar que dormir é uma perda de tempo, mas são 2:30 da manhã, levantei-me às 7 andei todo o dia a caminhar pela serra e estou de rastos, irra, tenho mesmo de ir dormir!!!

Imagina que... disse...

Bolas! Como eu me orgulho de ti!
Sem palavras, completamente sem palavras.

É por ter um pai como tu, que não me importo que não exista o "dia da filha", fazes-me a filha mais feliz de sempre em cada um dia dos dias do ano. E isso, ninguém me tira.

Beijo grande, grande, gigantesco e um abraço bem apertado!
Ly =)***

P.S.: Afinal o sono sempre faz falta! Vá lá admite! Querendo ou não, não lhe podes resistir! hehe!

Nita disse...

O que eu posso dizer depois de ler o que escreveram...nada...cada palavra que escreves-te Mika é verdadeira e sentida (faço ideia as lágrimas)mesmo com muito trabalho o teu pai foi e será sempre um pai presente, orgulho-me muito da família que tenho. Pronto já estrageuei a maquilhagem:-)
Love you a todos.