sexta-feira, 15 de abril de 2011

…a luz ao fundo do túnel é cada vez mais pequena…

 

image

E quando aquela luz é cada vez mais pequena?

 

Hipótese A

Desistes desta luz, procuras outra talvez mais fácil ou deixas apenas de procurar luzes na tua vida.

Hipótese B

Sentas-te a meio túnel e esperas que alguém te encontre, te dê a mão e te puxe para a luz, mesmo que esperneies por todo o lado.

Hipótese C

Páras e ligas a lanterna que tens na mochila. A partir daí? Caminha até as pilhas acabarem!

 

Gostava de vos dizer as vezes que penso na A, mas secalhar não devia. Sinto-me na B sempre que me encorajam para continuar e só eu sei o quanto o fazem. Mas estou inteiramente na C, pelo menos até esbarrar num beco sem saída. A Luz é mesmo muito pequena neste momento, as pilhas duram exactamente mais 2 meses, mas eu vou passar cada um dos dias a indicar a lanterna para o caminho que quero seguir. Vou conseguir? Não sei. A certeza que tenho é que, independentemente do resultado, vou chegar ao fim e saber que dei tudo o que tinha de mim.

 

*Mais alguém precisa de uma lanterna?*

6 comentários:

Manuela disse...

Querida Imagina, tens que pensar que por vezes as lanternas, duram mais que o que pensamos!
Beijinhos e força :)

Imagina que... disse...

Estou a fazer por isso Manuela, acredite! :) Obrigada pela força.
Beijinho**

Rita & os Tachos disse...

Olá Imagina (é dificil chamer-te assim ;)). Eu apostava na C. Sempre me disseram que bonança segue a tormenta, vais ver que tudo correrá pelo melhor. E se precisasres eu tenho um par de pilhas a mais para te dar! ;) Beijinhos.

Imagina que... disse...

Rita, veremos o que irá acontecer... Até lá, podias usar essas pilhas para ligar a tua lanterna. Caminhar? Caminhamos juntas. Perder é que não nos perderemos. Certo? ;P Ly**

Anónimo disse...

Falaram em caminhar?? Isso é comigo :)
E deixem lá a treta das lanternas, se apagarem caminhamos todos juntos, mesmo às escuras. Damos uns trambolhões mas avançamos, acreditem, as minhas duas ursitas ;) , que mais vale correr o risco de cair ao tentar avançar do que ficar sentado no mesmo lugar com medo de cair. Quem não cai é porque simplesmente nunca tentou andar!!

Quanto à hipotese:
A - Desistir e procurar caminhos fáceis?? Luta pelo caminho que gostas pode ser mais dificíl mas será decerto o mais bonito
B - Ficar sentada à espera, talvez seja pior que a A
C - Claro que sim, e se as pilhas acabarem, vais ver que os olhos rapidamente se adaptam à escuridão e pelo menos não te desiludiste a ti própria.

De qualquer forma manda a prudência ter sempre um plano B, o ideal seria apostar na C e ir mantendo em paralelo uma pitada da A, mas ligeira sem desistir de procurar luzes!

Só mais uma coisa, cuidado com algumas luzes ao fundo do túnel... pode ser o combóio que vem lá ;)

Imagina que... disse...

Sabes que tenho um medo terrível do escuro. Gosto de andar com a lanterna para me sentir iluminada, ainda que não a ligue, posso precisar dela. E eu sei que me darias um bom par de pilhas para levar comigo. ;P
Gosto da tua receita: apostar na C, manter a A a dar tempero. Anotado!

Quanto ao comboio, não penses que não tenho medo dele. O excesso de esperança pode cegar-nos como a luz do comboio. No final, não me apetecia levar com ele em cima. Por isso é que mantenho esperança suficiente para continuar, mas sem que ela me controle. Não tomo nada como adquirido nesta vida.

Ly**